As 10 cidades mais congestionadas do mundo

A maioria de nós aceita ficar preso no trânsito como um mal necessário para viver em uma grande cidade, mas você já considerou as grandes implicações que isto impacta na sua produtividade e em seu bolso?

Motoristas nos Estados Unidos em média, perdem 97 horas e $1,348 (R$ 5.136, 00) em congestionamentos em 2018. No Reino Unido este número é de 178 horas e um custo de £7.9 bilhões (R$ 37 bilhões). Em Bogotá motoristas tem gasto em torno de 272 horas na direção no último ano – mais que qualquer cidade no mundo. Em Dublin, carros percorrem no centro da cidade em horário de pico uma velocidade de 9.5 Km/h sendo que humanos caminham a 5 km/h.

A INRIX, especialista em análise de mobilidade e serviços de carros conectados, acabou de disponibilizar a tabela global de tráfego, e os dados são assustadores. Analisando 500 terabytes de dados de 300 milhões fontes diferentes cobrindo mais de 8 milhões de kilomêtros de estradas, INRIX avaliou a condição de tráfego em mais de 200 cidades em 38 países. Aqui estão os resultados:

Fonte: INRIX

Se a sua cidade não está no top 10, parabéns! Você pode encontrar onde ela está posicionada acessando o relatório completo aqui.

Mas, claramente, as piores cidade que você poderia ficar parado no trânsito podem ser encontradas na região Européia. A INRIX estima que, em média, os deslocamentos dos motoristas aumentam em cerca de 30% durante horário de pico.

A Europa está muito próxima da América Latina quando se trata das cidades mais congestionadas do mundo. Mas isso não é uma surpresa, dado o rápido ritmo da urbanização, numerosos assentamentos informais, topografia desfavorável e a volatilidade financeira da região.

Se as autoridades da cidade quiserem reduzir o estresse em suas redes rodoviárias e resolver os problemas de mobilidade urbana de maneira eficiente, é preciso ter dados e análises precisos baseados no tráfego, estacionamento e movimento populacional. O relatório de Tráfego Global de 2018 é apenas um passo nessa direção, mas é um passo que pode ser bastante significativo.

Como diz Trevor Reed, analista de transportes da INRIX, “o congestionamento continuará a ter graves consequências para as economias nacionais e locais, empresas e cidadãos nos próximos anos. Se quisermos evitar que o congestionamento do tráfego se torne um dreno adicional em nossa economia, devemos investir em sistemas de transporte inteligentes para enfrentar nossos desafios de mobilidade. ”

O que você acha dessas descobertas e o que acha que as cidades podem fazer para melhorar a situação?

Ahh, não esqueça de baixar o WikiRota para calcular o custo da sua viagem ou frete. Disponível para iOS e Android

Texto traduzido de: https://geoawesomeness.com/congested-cities/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *